quinta-feira, 7 de julho de 2016

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

Novo livro

O livro "Fórmula da Transformação: como alcançar objetivos e metas" foi lançado pela Ogê Design, nos formatos E-book e impresso.
Compre já o seu exemplar clicando aqui.

Abraços.

terça-feira, 22 de outubro de 2013

Como alcançar objetivos e metas


A Ogê Design está oferecendo o curso Fórmula da Transformação: como alcançar objetivos e metas.
A Fórmula da Transformação é uma ferramenta simples e prática que ajuda você a realizar seus sonhos.
Confira em:

Abraços,
Marco Ogê.

terça-feira, 2 de julho de 2013

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Curso Mega apresentações de projeto


A Ogê Design lançou o curso Mega apresentações de projeto de design: como surpreender ouvintes e conquistar admiradores. O curso é ideal para aqueles que quer se tornar grandes apresentadores de projetos. Você pode conhecer o curso através do link:
http://megaapresentacoes.yolasite.com/

Abraços,
Marco Ogê.

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

E-book Boa e velha nega maluca caseira



Quem não gosta de uma boa e velha nega maluca caseira? Hummmm, delícia não é?

A Ogê design lançou o e-book Boa e velha nega maluca caseira: segredos que as receitas não contam. O livro explica passo a passo como se fazer a antiga receita que continua fazendo sucesso até hoje.

Página de vendas do e-book:
http://boaevelhanegamalucacaseira.yolasite.com/

Vale a pena conferir.

Abraços.

terça-feira, 5 de junho de 2012

Entrevista com Bel Pesce




Recomendo que vocês vejam minha última postagem no site da Ogê Design, com a entrevista que fiz com Bel clicando aqui ou entrando no link abaixo:


http://www.ogedesign.com.br/videos/entrevista-com-bel-pesce-a-menina-do-vale-



Abraços,

Marco Ogê.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Reflexões contemprâneas de Design: volume 3



É com prazer que comunico a publicação da entrevista que realizei com o professor Dr Aguinaldo dos Santos sobre Design e Sustentabilidade no site da Ogê Design.

A entrevista faz parte do projeto Reflexões Contemporâneas de Design: pela visão de doutores e um curioso da Ogê Design, na qual converso com doutores sobre assuntos ligados ao Design. Esta é a terceira série de entrevistas.
Vocês podem fazer comentários pelo site, tweetar, curtir pelo facebook ou pelo google +1. A entrevista possui duração de 38 minutos e pode ser conferida no link: http://www.ogedesign.com.br/reflexoesvolume3.php


Abraços,
Marco Ogê.

A menina do Vale



Bel Pesce está disponibilizando gratuitamente para download o livro "A menina do vale: como o empreendedorismo pode mudar sua vida". Mais informações em:
http://www.ogedesign.com.br/dicas/vale-ler-“a-menina-do-vale%22

quarta-feira, 18 de abril de 2012

Dicas ao jovem estudante de Design



Conheça a história de João, um jovem estudante de Design que jamais imaginava ter valiosas lições de Design mesmo sem sequer ter iniciado seu curso.

quinta-feira, 1 de março de 2012

Tributo à Anamaria de Moraes


Reflexões contemporâneas de Design: pela visão de doutores e um curioso

Volume 2: bate-papo com Anamaria de Moraes

Produzido por Marco Ogê Muniz



A Ogê Design está homenageando Anamaria de Moraes. Acima está uma foto com o professor Júlio Van Der Linden, Anamaria de Moraes e eu no P&D Design 2010.

 
O Volume 2: bate-papo com Anamaria de Moraes foi gravado em Dezembro de 2011.Anamaria faleceu no dia 16 de fevereiro de 2012. Eu havia prometido que apresentaria o material completo para ela, mas infelizmente não tive tempo para isso.
 
Contudo, para homenagear Anamaria de Moraes, o segundo volume da coleção está sendo disponibilizado gratuitamente.
 
A Ogê Design acredita que Anamaria permanecerá junto a nós através dos ensinamento que deixou conosco.
 
Os materiais bônus da coleção Reflexões Contemporâneas de Design: pela visão de doutores e um curioso. Volume 2: bate-papo com Anamaria de Moraes estão sendo disponilizados no link:

http://www.ogedesign.com.br/reflexoes-volume2.php
 
Bom proveito!
 
Marco Ogê,
29 de fevereiro de 2012.

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Livros acadêmicos de Design


Livros acadêmicos de Design

27/09/2011
Obras estão disponíveis para download gratuito. Livros fazem parte da coleção da Cultura Acadêmica, braço da Editora da UNESP


Universidade Estadual Paulista (UNESP) está disponibilizando títulos acadêmicos em formato digital para download gratuito. Veja quais são os livros de Design disponíveis para download:


Design


Design e planejamento

Autor: MENEZES, MARIZILDA DOS SANTOS e PASCHOARELLI, LUIS CARLOS
Os textos deste livro analisam as representações da política e da mídia nas sociedades democráticas contemporâneas. A primeira parte da obra é dedicada aos aspectos cognitivos e retóricos do jornalismo e sua influência sobre as audiências.


Design e ergonomia

Autor: MENEZES, MARIZILDA DOS SANTOS e PASCHOARELLI, LUIS CARLOS
Nesta coletânea são apresentadas diferentes questões, métodos de abordagem e demandas para a aplicação da Ergonomia no Design. A evolução tecnológica observada nas últimas décadas proporcionou inúmeros benefícios para o aumento na qualidade de vida das pessoas, mas também resultou em vários problemas de interface tecnológica, os quais geram constrangimentos, acidentes, e frustração aos consumidores.


Design, empresa, sociedade

Autor: LANDIM, PAULA DA CRUZ
O objetivo desta pesquisa foi verificar até que ponto a formação acadêmica ministrada nos cursos de design responde aos anseios da sociedade e do setor produtivo e o de coletar subsídios para a discussão da situação do ensino de design no Brasil e elaboração de estratégias que permitam sua melhoria de maneira a ter profissionais adequados ao desenvolvimento de produtos que sejam também universais.

Fonte: Universia

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Palestra O Melhor do Mundo (material gratuito)

Olá amigos.
 
Quero compartilhar com vocês alguns questionamentos.



Você já sentiu que possui talento para algo, mas as circunstâncias da vida não permitiram a você o aproveitamento deste talento potencial?

Você já percebeu que poessoas menos talentosas do que você, conseguem se destacar muito mais do que você?

Você já percebeu que pessoas menos talentosas do que você, ganham muito mais dinheiro do que você?

Se você quer saber as respostas para essas perguntas e quer conhecer os segredos dos melhores do mundo, você deve assistir a palestra O Melhor do Mundo da Ogê Design.

A Ogê Design está oferecendo gratuitamente um trecho da palestra, que pode ser acessando o link:

http://www.ogedesign.com.br/palestra-o-melhor-do-mundo.php

Lá também há algumas dicas para você se tornar o melhor do mundo naquilo que você faz.

Vale a pena conferir!
 
Um abração!
Marco Ogê.

terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Design não é só forma



Ogê responde (para ouvir o áudio do texto abaixo entre em http://www.ogedesign.com.br/og%C3%AA-responde-claudia-sampaio.php)
Dúvida de Claudia Sampaio
Postado em 16 de janeiro de 2012.


Olá pessoal, aqui quem fala é o Marco Ogê da Ogê Design. Este é o Ogê responde, da Ogê Design. Um espaço para esclarecer dúvidas sobre Design.
Hoje vou responder a uma dúvida enviada por Claudia Sampaio.
Claudia, obrigado pela pergunta. Também quero parabenizá-la pela questão, pois se trata de uma dúvida relevante e que provavelmente outras pessoas possuem. Por isso, ajudando você, acredito estar ajudando a mais gente.
Vou ler o que Claudia encaminhou, ela me escreveu o seguinte:

Ogê, vejo o termo design sendo aplicado em tantas áreas de atuação como, Design de Sobrancelhas, Design de Bolos, Design de Flores, Body Design e etc, são tantos profissionais envolvidos e fazendo tanta coisa linda, que você não acha que as universidades deveriam levar estas áreas para os cursos de graduação. Sou leiga no assunto, mas se o design serve para deixar as coisas bonitas, acho que estes temas poderiam ser abordados na faculdade, onde só se estuda coisa onde não temos muito contato? Obrigada e parabéns.

Claudia, você deve ter escutado ou lido o primeiro Ogê responde. Lá, respondendo a uma dúvida encaminhada por Lilia Castro comentei que:
No campo do Design há uma confusão que, de acordo com Dilnot, acontece porque não há uma distinção clara sobre o Design enquanto processo (ato de projetar), sobre o Design enquanto resultado dessa atividade (objetos e imagens projetados) e sobre o Design enquanto valor (um adjetivo, como na noção de "bom design"). Tudo isso faz parte do Design, mas são campos distintos entre si.
Mesmo assim, a maioria das pessoas confunde essas atribuições. Normalmente as pessoas se referem as formas de um produtos e chamam isso de Design. Frases do tipo "gostei do Design do novo carro", deveriam ser ditas dessa maneira: "gostei das formas do novo carro".
Design não é apenas formas. O Design deve atender a determinadas funções. Existem três funções principais, as quais o Design deve atender: funções práticas, funções estéticas e funções simbólicas.
As funções práticas, por exemplo, são os aspectos fisiológicos de uso do produto. Um avião possui ênfase nas funções práticas, pois antes de ser bonito ele deve ser funcional.
As funções estéticas são os aspectos psicológicos da percepção sensorial durante o uso. O que isso quer dizer? Em outras palavras, são as características dos produtos que fazem com que as pessoas entendam como eles funcionam. Quando se olha para uma escova de dentes, por exemplo, automaticamente nossa memória já processa como poderemos utilizá-la.
Já as funções estéticas são os aspectos sociais do uso. Uma Ferrari é símbolo de status, assim como uma bolsa da Louis Vuitton, assim por diante.
Atender a essas três funções demanda conhecimentos de ergonomia, antropometria, estética, história da arte, psicologia, dentre tantas áreas do conhecimento.
Então, o design serve não só para deixar as coisas mais belas. Deixar as coisas mais belas é uma das atribuições do Design, mas não é a única e talvez não seja a principal.
Espero ter respondido a tua pergunta Claudia, agradeço a oportunidade de esclarecê-la.
Quem quiser encaminhar dúvidas, basta postar a sua pergunta no formulário abaixo.

Abraços e até o próximo Ogê responde.

Referências
BURDEK, Bernhard E.. Design: história, teoria e prática do design de produtos. São Paulo: E. Blucher, 2006.
DILNOT, Clive. O Estado da História do Design: problemas e possibilidades (parte 1). Tradução: Ana Cláudia Berwanger. In: Revista Brasileira de Design. Repertório.
LÖBACH, Bernd; CAMP, Freddy Van. Design industrial: bases para a configuração dos produtos industriais. São Paulo: E. Blucher, 2001.

segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Um dos materiais bônus da coleção Reflexões contemporâneas de Design


Nomeação do título de Doutor para Célio Teodorico dos Santos, pelo Programa de Pós-Graduação em Engenharia Mecânica (PósMec) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

sábado, 14 de janeiro de 2012

Lançamento da coleção Reflexões Contemporâneas de Design


Olá amigos.
É com imenso prazer que comunico o lançamento do primeiro volume da coleção Reflexões Contemporâneas de Design: pela visão de doutores e um curioso da Ogê Design. Volume 1: bate-papo com Célio Teodorico dos Santos.
Ele é resultado de um entrevista que fiz com Célio Teodorico, um dos designers de grande renome no Brasil.
Vocês podem saber mais sobre a coleção acessando o link:

http://www.ogedesign.com.br/livros

Lá também há uma sessão para download gratuito de artigos científicos, vale a pena conferir.
Um abração!
Marco Ogê.

terça-feira, 10 de janeiro de 2012

Ogê responde


O Ogê responde, da Ogê Design, é um espaço para esclarecer dúvidas sobre Design.
Você encaminha dúvidas sobre design e o Ogê responde esclarece a essas questões.
Confira as dúvidas esclarecidas por Marco Ogê.
http://www.ogedesign.com.br/og%C3%AA-responde.php

Até lá,
abraços.

segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Resultados de concursos docentes da Esdi

Foram homologados pelo Conselho Departamental da Esdi, passados os respectivos prazos recursais, os resultados de dois concursos docentes realizados na Escola entre novembro e dezembro de 2011. Ambas as vagas visavam professores adjuntos. O primeiro concurso teve como foco a área "Design e Estratégia da Inovação" e foi alocado no Departamento de Projeto de Produto. Quatro candidatos concorreram, tendo sido aprovadas três candidatas: Ligia Medeiros (form. Esdi 1983), em primeiro lugar, seguida, pela ordem, por Heloisa Moura e Zoy Anastassakis (form. Esdi 1999). O segundo concurso, alocado no Departamento de Programação Visual, teve como objeto "Design, Sociedade e História". Cinco candidatos participaram, e duas candidatas foram aprovadas: Zoy Anastassakis, em primeiro lugar, seguida por Livia Lazzaro Rezende (form. Esdi 1997). Integravam  a comissão examinadora do primeiro concurso o professor da Esdi Vicente Cerqueira, que a presidiu, e os professores Cláudio Magalhães, da PUC-Rio (Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro), e Suzana Gueiros, da EBA-UFRJ (Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro). Já a comissão examinadora do segundo concurso foi presidida pelo professor João de Souza Leite (form. Esdi 1974), da Escola, e composta ainda pelos professores Ana Luiza Nobre, da PUC-Rio, e Paulo Venancio Filho, da EBA-UFRJ.

Fonte: Sinal ESDI

Dica valiosa para ter um negócio com Seiiti Arata


Caros amigos, o Seiiti Arata da Arata Academy gentilmente gravou uma dica valiosa para quem quer ter um negócio.

Quero compartilha-la com vocês.

Postei a dica no meu site, quem quiser conferir o link é:

http://www.ogedesign.com.br/dica-valiosa-para-ter-um-neg%C3%B3cio.php

Abraços e sucesso a todos!

Encontro Empredig, com Seiiti Arata (Arata Academy)


No dia 07 de janeiro de 2012, aconteceu em Curitiba o Encontro Empredig do Programa de Empreendedorismo Digital da Arata Academy. Estive com minha noiva e conheci Seiiti Arata.

Mais detalhes do encontro no meu site:
http://www.ogedesign.com.br/encontro-empredig-curitiba-2012.php

Abraços,
Marco Ogê.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Esclarecendo dúvidas sobre Design


Caros amigos, como estão as férias? Eu tenho aproveitado para colocar meus projetos pessoas em dia. Tenho me divertido bastante.

Ultimamente tenho percebido duas coisas: 1) Há muitas pessoas interessadas em Design. 2) Há muitas pessoas com dúvidas sobre Design.

Resolvi oferecer valor e disponibilizar um espaço para as pessoas postarem suas dúvidas sobre Design no meu site.

Vou selecionar uma dúvida por semana para ser publicada no site.

Por isso, quem tiver alguma dúvida sobre Design basta postá-la em:


Quero colaborar com todos.

Boas férias!

Abraços,
Marco Ogê.

quinta-feira, 15 de dezembro de 2011

120 livros acadêmicos para download gratuito

Os livros são disponibilizados pela Cultura Acadêmica, parte da Fundação Editora da UNESP


(Crédito: dny3d/Shutterstock.com)



terça-feira, 13 de dezembro de 2011

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Fórum das Escolas de Moda (Colóquio de Moda 2011)


Este post tem o objetivo de registrar as principais informações apresentadas durante o 6º. Fórum das escolas de Moda, do 7º. Colóquio de Moda, que aconteceu em Maringá-PR entre os dias 11 e 14 de setembro de 2011.
Desse modo, a compilação dos comentários gerais do Fórum, que aconteceu no dia 11 de setembro de 2011 segue abaixo.


Evento: FORUM DAS ESCOLAS DE MODA
Data: 11 de setembro de 2011
Horário: 08h00 – 12h00
Acesso: restrito a docentes
Atividade: OFICINA DE IDEIAS
Título: As atividades acadêmicas no Politecnico de Milão
Palestrante: Silvia Franceschini
Currículo da palestrante: Designer e curadora na área de moda e design. Vive atualmente em Berlim onde trabalha com Tina di Carlo no projeto Asap, um acervo de obras de artistas e arquitetos que trabalham sobre o tema do espaço. Em 2011 fundou, juntamente com Abigail Napp Mazama Residency, uma casa interdisciplinar para artistas e arquitetos localizada em Mazama, EUA. Trabalhou anteriormente em 2010 para a Bienal de Arquitetura de Veneza, para o departamento de design do Centro Pompidou de Paris e para o Museu Galliera, museu de moda de Paris. Em 2010, se formou em design de moda no Politécnico de Milão, com uma tese que explorava a relação entre design e a moda nos ensaios de artistas e arquitetos de 1960 até os dias de hoje. Silvia é editora da revista Abitare na seção under 26 e escreve regularmente sobre design, moda e arquitetura para a revista Klat.
Comentários gerais: Silvia Franceschini iniciou sua palestra falando de Milão, que é considerada a capital mundial do Design. Segundo ela, esse título se deve a parceria estabelecida entre universidades, revistas, lojas, instituições e diversos setores que existe na cidade. Com isso a Itália possui uma cultura de design. Grandes nomes do design, que fazem parte da história do Design, são italianos. Isso faz com que o País carregue consigo todo um acervo cultural relacionado ao Design. Nesse contexto, a moda na Itália surgiu a partir de uma cultura de design. Na Itália existe uma moda como design. Silvia apresentou o exemplo do grupo Artezzom da década de 1960 liderado pelo designer Andrea Branzi. Trata-se de um grupo que marcou a história do Design pela produção de objetos criativos. Na Artezzom havia o entendimento da moda como objeto, da roupa como objeto. De acordo com esse entendimento, a criação em moda advém do processo de design. Assim, o produto de moda é resultado do projeto de produto integrado ao processo produtivo. A moda é projetada não haver descarte, para não haver desperdícios. É seguida uma estrutura modular da qual não há sobras. Outro exemplo mostrado por Silva foi o a designer Nani Strada, do final da década de 1970, que desenvolveu projetos de moda com ênfase nos aspectos tecnológicos. Strada recebeu um importante prêmio europeu de criações, em 1974, que deu visibilidade a moda na Itália. Foi a primeira vez que a moda recebeu um prêmio de tamanha importância. A designer criou projetos com base em pesquisas da indumentária oriental e também desenvolveu projetos de moda para não haver perdas. Projetos de design para produtos de moda. Em seguida, a palestrante apresentou as principais marcas de moda italianas que ganharam renome internacional com suas características principais. Giorgio Armani destaca-se por estabelecer a conexão entre criatividade e indústria na década de 1980. Armani foi pioneira em oferecer produtos mais criativos na indústria do prêt-à-porter. Foi a marca que inovou com a desestruturação do paletó masculino. Prada ganha destaque na década de 1990 com a estratégia de utilizar materiais pobres, de baixo custo, transformando-os em produtos de alto valor agregado. Prada lança coleções desconexas, as quais não possuem relações diretas entre si, cuja ênfase está no projeto de produtos de moda. Moschino, fundada em 1980, na coleção lançada em 1988 ressalta a importância da comunicação na moda e no design. Benetton lança a invenção do tingimento na peça pronta. A empresa une criatividade e indústria a partir de uma característica técnica (tingimento). Ela também investe na comunicação, com a contratação do fotógrafo Oliviero Toscani que cria campanhas absolutamente não habituais. Na Benetton as peças são mostradas sem qualquer embalagem. Dando continuidade, a palestrante apresenta marcas contemporâneas da moda italiana com os aspectos que a fazem se destacar. Cp Company cria peças com reaproveitamento de roupas militares. Além disso, desenvolve roupas que mudam de temperatura. Há um trabalho espacial na superfície do material. Aspesi lança agasalhos (pio mini) que mantêm a temperatura do corpo. Desenvolve produtos altamente tecnológicos e básicos, por isso trabalha a ironia na comunicação com a utilização da arte. Nas lojas e em todo o material de divulgação são utilizados objetos e obras artísticas. Tod’s inova lançando solas de sapatos esportivos em sapatos mocaccino. A empresa impulsiona o projeto do produto. Apresentada essa parte inicial, que mostra o contexto do design e da moda na Itália, a palestrante inicia a apresentação do Politecnico de Milão. No Politecnico a faculdade de Design surgiu apenas em 1994 e a faculdade de Design de Moda em 1999, diferentemente da arquitetura e da engenharia que possuem anos de história no âmbito acadêmico. A Itália possui uma carga histórica da prática do Design, mas a institucionalização de um curso superior de Design ainda é recente. Na Politecnico de Milão o Design derivou da arquitetura e da engenharia com ênfase no aspecto metodológico. Há uma visão mais ampla, não é visto apenas o aspecto criativo, mas também outras questões. Em moda não se trabalha a Moulage, se trabalha sobre bases. São desenvolvidas análises dos produtos existentes, que fizeram sucesso, para servirem de base para o desenvolvimento de novos produtos. É incentivada a interpretação da realidade existente. Na Politecnico de Milão segue-se o ensino da moda como design. Para tanto, se estabelece: 1.cultura como pesquisa; 2.coerência do produto; 3.personalidade; 4.dimensão sistêmica. A figura a seguir ilustra a dinâmica da relação cíclica entre universidade e empresa:


Figura 1: relação cíclica entre universidade e empresa na Politecnico de Milão.

Quanto à formação, a Politecnico de Milão os projetos sempre surgem a partir de um caso real. O objetivo é desenvolver o projeto de acordo com as características da empresa. Não são desenvolvidos projetos a partir da imaginação dos acadêmicos. São estimulados desenhos por computador, com modelamento virtual, mais do que desenhos a mão livre. Há um setor da universidade REP (Relação Empresa Politecnico) que elabora contratos para garantir que os produtos desenvolvidos na escola não sejam utilizados pela empresa. Para a prática de projetos são organizados grupos de trabalho com a reunião de competências. Não são desenvolvidas coleções, já que no design se projeta produtos e não coleções. Assim, é desenvolvido um produto único. No que diz respeito à profissionalização é colocada em prática a aprendizagem do modelo logístico empresarial. A relação universidade-empresa é estimulada em práticas de projeto seguindo a relação cíclica mostrada na figura 1 e com base nos princípios: 1.nova idéia; 2.coerência; 3.pessoal.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

terça-feira, 25 de outubro de 2011

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Esdi: Janelas Abertas" de 28 a 30

Acontecerá na Escola, nos dias 28 e 29 de setembro, a segunda edição em 2011 do evento "Esdi: Janelas Abertas", realizado pelo programa de extensão do mesmo nome, também responsável pela publicação do "sinal". O "Esdi: Janelas Abertas" pretende apresentar aos alunos de ensino médio do Rio de Janeiro e região metropolitana, com vista às suas escolhas de carreira, uma perspectiva sobre a profissão do design e o ensino da Esdi, incluindo palestras e visita às instalações da Escola. Na sexta-feira, dia 30, o programa desenvolverá atividade dirigida ao público interno, com apresentação de designers formadas pela Esdi. Diretores e coordenadores de colégios que desejarem trazer seus alunos à Escola deverão entrar em contato através do e-mail janelasabertas@esdi.uerj.br. A Esdi fica na Rua Evaristo da Veiga, 95 (Lapa), Rio de Janeiro.

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Concurso para professor de design em São Paulo

Estão abertas até o dia 21 de fevereiro as inscrições para uma vaga de professor para o Departamento de Tecnologia da Arquitetura da FAU-USP (Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo), na área de conhecimento Tecnologia do Design. O programa do concurso tratará de questões relacionadas aos materiais e processos sob a ótica do design de produto, levando em consideração suas propriedades e adequação de suas características a questões de desempenho, impactos ambientais, escala e equipamentos produtivos, parâmetros de custo e possibilidades de configuração. O posto exige o título de doutor e terá regime de turno completo, com salário de R$ 3.332,94. O regime de turno completo (RTC) corresponde a 24 horas semanais, em atividades de ensino, pesquisa e, sendo o caso, extensão. O concurso constará de julgamento do memorial do candidato, prova pública de arguição, prova didática e prova escrita. As inscrições deverão ser feitas pelo candidato ou seu procurador, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 12h00 e das 13h00 às 16h00, na "Assistência Técnica para Assuntos Acadêmicos" da faculdade, na Rua do Lago, 876 (Cidade Universitária), São Paulo. Mais informações pelos telefones (11) 3091-4536 e3091-4798, e-mail academicafau@usp.br ou no site: www.fau.usp.br/concursos.

Concurso para capital internacional do design

Estão abertas até o dia 31 de março as inscrições para o concurso "World Design Capital 2014". O evento bienal é organizado pelo Icsid (International Council of Societies of Industrial Design) e pretende reconhecer as cidades por sua excelência em design, considerando o impacto da atividade sobre os espaços urbanos e os cidadãos. Para se candidatar, as cidades deverão demonstrar as suas contribuições para o design sob os aspectos cultural, econômico e social, além de definir suas metas e objetivos relacionados ao design para 2014. Para a cidade selecionada, a designação WDC quer ser uma oportunidade para fortalecer o desenvolvimento econômico, estimular parcerias em negócios e construir sua imagem global como centro criativo e de inovação. Os representantes das cidades com interesse em participar devem preencher e enviar o formulário oficial do concurso até 31 de março. A capital internacional do design de 2012 é a capital finlandesa, Helsinque. Mais informações no site: www.worlddesigncapital.com.

Mostras do ciclo "Anônimos e artistas"

Serão inauguradas nesta quarta-feira, 9 de fevereiro, no Instituto Tomie Ohtake, as exposições "Veja ilustre passageiro: o Atelier Mirga e os cartazes de bonde" e "Caprichosamente engarrafada: rótulos de cachaça". As mostras, das quais a primeira tem curadoria de Norberto Gaudêncio e a segunda de Egeu Laus, fazem parte do ciclo "Anônimos e artistas", que pretende registrar uma história das artes gráficas e do design brasileiros. "Veja ilustre passageiro" traz cerca de 300 obras do Atelier Mirga, criado e dirigido por Henrique Mirgalowski. "Carinhosamente ngarrafada" apresenta cerca de 400 rótulos, além de pedras litográficas, que fazem parte da coleçãos do designer e pesquisador Egeu Laus e do acervo da Fundação Joaquim Nabuco. O ciclo, coordenado pelo designer Milton Cipis, foi idealizado por este juntamente com Sylvia Monteiro e Ricardo Ohtake e incluirá também uma série de mesas redondas, sempre às quintas-feiras, que se iniciam no dia 10, quando Egeu Laus e Ronald Kapaz falarão sobre os rótulos de cachaça. No dia 17 será a vez de Ethel Leon e Norberto Gaudêncio abordarem os cartazes de bonde, e, no dia 24, Rafael Cardoso, porfessor visitante na Esdi, e Ricardo Ohtake discutirão o próprio ciclo de exposições, falando das origens do design brasileiro. A entrada é gratuita e a mostra pode ser visitada de terça-feira a domingo, das 11h00 às 20h00. O Instituto Tomie Ohtake fica na Av. Brigadeiro Faria Lima, 201 (Pinheiros), São Paulo. Mais informações pelo telefone (11) 2245-1900 ou no site: www.institutotomieohtake.org.br.

Palestra com Jum Nakao

Acontecerá nesta quinta-feira, 10 de fevereiro, às 19h30, no Campus Barra da UVA (Universidade Veiga de Almeida), a palestra "A costura do invisível", com o estilista Jum Nakao. Na palestra, serão vistas imagens do processo de desenvolvimento de sua famosa coleção em papel, apresentada em julho de 2004 no São Paulo Fashion Week, e discutidas questões da criação artística. Neto de japoneses, Jum Nakao vive e trabalha em São Paulo. O Campus Barra da UVA fica na Av. General Felicíssimo Cardoso, 500 (Barra da Tijuca), e a entrada é gratuita. As vagas são limitadas, e as inscrições devem ser feitas pelo e-mail eventosbarra@uva.br. Mais informações no site: www.uva.br.

Apresentação de vídeos do Visgraf

Acontecerá na sexta-feira, 11 de fevereiro, no Impa (Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada) uma sessão de vídeos de animação por computador, realizados no Visgraf (Vision and Graphics Laboratory), núcleo de pesquisa coordenado naquele instituto pelo pesquisador Luiz Velho (form. Esdi 1979). Várioos desses vídeos foram merecedores de prêmios nacionais e internacionais e diversos deles têm caráter técnico, tratando de temas como a síntese em superfícies, malhas hierárquicas 4-K, sombreamento 3D para desenhos animados etc. Muitos dos trabalhos que serão apresentados tiveram a participação de ex-alunas da Esdi. São estes "Juiz Virtual", do qual participou Carolina Mello e Souza (form. Esdi 2001), escolhido como "melhor vídeo técnico" na Sibgrapi (Conference on Graphics, Patterns and Images), em 1998, "Clay Girls", que teve a participação de Ana Fucs (form. Esdi 2002) e que recebeu os prêmios de "melhor vídeo artístico" e "melhor vídeo técnico" na Computer Graphics International 2007, "Visualização relativística", "Gramophone digital" e "Gramofone da folia", dos quais participou Ilana Paterman (form. Esdi 2006), tendo o primeiro deles recebido o prêmio de "melhor animação técnica" na Sibgrapi 2007, e "TuioSketch", que teve a participação de Fernanda Groetaers (form. Esdi 2009), prêmio de "melhor animação técnica" na Sibgrapi 2010 (prêmios do júri e do público). O evento gratuito faz parte das comemorações dos 21 anos do Visgraf, e terá início às 19h00. O Impa fica na Estrada Dona Castorina, 110 (Horto). Mais informações no site: www.visgraf.impa.br/21anos.

Congresso de escolas de design no México

O "1º Congresso Internacional de Escolas de Desenho Industrial" acontecerá entre os dias 22 e 24 de fevereiro na UAM (Universidad Autónoma Metropolitana), localizada na Cidade do México, e pretende discutir temas atuais relacionados ao ensino na área. O evento, que marcará o aniversário de 35 anos da "Divisão de Ciências e Artes para o Desenho" da Unidade Xochimilco da UAM, tem como objetivo, além de aproximar representantes de escolas de diversos países, analisar os modelos de ensino empregados, propondo uma visão crítica do papel do design nos meios acadêmico e profissional, sua importância estratégica em empresas públicas e privadas e sua relação com as culturas nacionais. Entre os conferencistas principais está a professora da Esdi Lucy Niemeyer (form. Esdi 1972), juntamente com o designer gráfico e publicitário argentino Adrian Lebendiker e o astrofísico e filósofo mexicano Julio César Margáin y Compeán. Os interessados devem se inscrever na Divisão, localizada no 2º piso do Edifício Q da Unidade Xochimilco da UAM, que fica na Calzada Del Hueso, 1100 (Colonia Villa Quietud), Cidade do México. Mais informações no site: www.xoc.uam.mx.

"As cidades somos nós: Desenhando a mobilidade do futuro"

A exposição multimidia "As cidades somos nós: Desenhando a mobilidade do futuro" traz ao Rio de Janeiro e à Cidade do México, simultaneamente, 10 projetos urbanísticos idealizados e desenvolvidos por escritórios de arquitetura de diversos países, que apresentam, através de conceitos de design sustentável, alternativas de transportes urbanos capazes de melhorar a qualidade de vida nos grandes centros. A edição brasileira da exposição, em cartaz no Centro Cultural Correios, tem como foco uma visão da região da Central do Brasil em 2030, elaborada pelos escritórios Campo e Fábrica Arquitetura, que privilegia a circulação de pessoas e não de automóveis. A mostra é acompanhada por uma série de seminários, organizados pelo ITDP (Institute for Transportation and Development Policy), de Nova York, onde a exposição foi vista em primeiro lugar, e que reunirão especialistas de diversos países para discutir temas relacionados à inovação sustentável. O primeiro deles, no dia 10 de fevereiro, será ministrado pelo arquiteto Oren Tatcher, de Hong Kong, e dará ênfase às estações de transporte multimodais. Já no dia 24 o tema abordado será "Nossas cidades – Visões para 2030", seguido de "Investimento sustentável: transporte urbano como uma questão essencial", no dia 3 de março, e de "A forma das cidades e a linguagem da arquitetura", no dia 11 do mesmo mês. A entrada é franca e a exposição estará aberta até o dia 13 de março, de terça-feira a domingo, das 12h00 às 19h00. O Centro Cultural Correios fica na Rua Visconde de Itaboraí, 20 (Centro). Mais informações pelo telefone 2253-1580 ou no site: www.correios.com.br.

"Warhol TV"

Foi aberta no último dia 2 de fevereiro, no Instituto Oi Futuro, sede Flamengo, a exposição "Warhol TV". Com curadoria da jornalista francesa Judith Benhamou-Huet, a mostra, que já passou por Paris e Lisboa, traz filmes e vídeos, inéditos no país, realizados por Andy Warhol e pertencentes ao Museu Warhol de Pittsburgh, cidade natal do artista pop norte-americano. Andy Warhol (1928-1987), mais conhecido por sua produção em artes plásticas, teve uma significativa produção audiovisual, tendo realizado filmes que se tornaram icônicos, e, como a presente mostra revela, uma pouca conhecida obra para a televisão, que inclui programas para canais a cabo, entrevistas com personalidades e videoclipes. A exposição poderá ser visitada até o dia 3 de abril, de terça-feira a domingo, das 11h00 às 20h00. A entrada franca, e o Instituto Oi Futuro fica na Rua Dois de Dezembro, 63 (Flamengo). Mais informações pelo telefone (21) 3131-3060 ou no site: www.oifuturo.org.br.

Exposição de Luis Felipe Noé

Pode ser vista até o domingo, 13 de fevereiro, no MAM-Rio (Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro), exposição do artista argentino Luis Felipe Noé. A retrospectiva, composta por 56 trabalhos do portenho, integrante do importante movimento da Nova Figuração Argentina, pretende ser também uma oportunidade de se reafirmar os laços entre Brasil e Argentina por meio da cultura e da linguagem visual. A visitação pode ser feita de terça a sexta-feira, das 12h00 às 18h00, e aos sábados, domingos e feriados, das 12h00 às 19h00. O ingresso custa 8,00, havendo meia-entrada para estudantes. O MAM fica na Av. Infante Dom Henrique, 85 (Parque do Flamengo). Mais informações pelo telefone (21) 2240-4944 ou no site: www.mamrio.org.br.

sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Novo prêmio internacional enaltece projetos de design socialmente responsáveis



O Conselho Internacional de Sociedades de Design Industrial (International Council of Societies of Industrial Design – ICSID), parceiro da International Design Alliance (IDA), está lançando um projeto inovador criado para reconhecer, enaltecer e estimular projetos de design socialmente responsáveis por todo o mundo. Em outubro deste ano, na Assembléia Geral do ICSID em Taiwan, o Conselho vai premiar pela primeira vez um projeto de design industrial que tenha um impacto positivo na qualidade de vida social, econômica, cultural e/ou ambiental com o “World Design Impact Prize”. Os candidatos serão nomeados somente por indicação de membros do ICSID, e podem ser provenientes de qualquer tipo de instituição, de qualquer parte do mundo. A partir do dia 29 de junho – dia mundial do design industrial – todos os projetos estarão disponíveis no site www.icsid.org para votação aberta ao público. O processo tem início dia 22 de fevereiro, com a chamada para que os membros do ICSID indiquem os candidatos até o dia 10 de maio. A votação popular termina dia 30 de agosto, e o primeiro World Design Impact Prize será entregue durante o Congresso da IDA 2011 e Assembléia Geral do ICSID, no dia 27 de outubro. Mais informações no site oficial http://www.icsid.org/projects/world_design_impact_prize.htm.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Prêmio para exposição de Wollner

Realizada entre abril e junho deste ano, no Sesc Pinheiros, em São Paulo, a exposição "Alexandre Wollner: cartazes" foi premiada pela Apca (Associação Paulista dos Críticos de Arte) como vencedora na categoria Artes Visuais "Obra Gráfica". A mostra teve curadoria do designer André Stolarski, ex-professor da Esdi. A cerimônia de premiação acontecerá no primeiro trimestre de 2011, em data a ser divulgada. Alexandre Wollner, pioneiro da profissão no Brasil, foi um dos fundadores da Esdi. Mais informações no site: www.apca.org.br.

Concurso de vídeos sobre responsabilidade social

Foram prorrogadas até o dia 30 de janeiro de 2010, as inscrições para o "4º Concurso Silvio Tendler de Responsabilidade Social das IES Particulares". O concurso pretende promover a produção de vídeos relativos à campanha do "Dia da Responsabilidade Social das Instituições Particulares de Ensino Superior", que ocorreu no dia 25 de setembro. Podem ser inscritos projetos nas categorias documentário, reportagem, vídeo institucional, videoclipe e animação. Os melhores vídeos em cada categoria receberão prêmios de R$ 2 mil em dinheiro. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site: www.abmes.org.br/dia.

"Fayga revisitada" em São Gonçalo

Pode ser vista até o dia 30 de janeiro, no Sesc São Gonçalo, a mostra "Fayga revisitada". A exposição propõe uma releitura de algumas das obras de Fayga Ostrower por seis grafiteiros convidados. Natural da Polônia e brasileira naturalizada, Fayga Ostrower (1920-2001) foi uma importante artista plástica, teórica da arte e professora. Ao longo de sua vida, explorou diversas técnicas de expressão artística como a gravura, na queal se estacou, além da pintura, desenho, ilustração e cerâmica, tendo sido ainda professora e escrito diversos livros de teoria da arte. A mostra tem entrada livre e pode ser visitada de terça-feira a domingo, das 9h00 às 16h00. O Sesc São Gonçalo fica na Av. Presidente Kennedy, 755 (Estrela do Norte), São Gonçalo. Mais informações pelo telefone (21) 2712-4231 ou no site: www.sescrio.com.br.

Curso de design de mobiliário em São Paulo

Estão abertas as inscrições para o curso intensivo de design de mobiliário da Oficina Arte Design, em São Paulo. O curso, coordenado por Angélica Santi, pretende abordar conceitos históricos, tecnológicos e de linguagem formal na produção de móveis, por meio de aulas práticas e teóricas. O curso acontece entre os dias 17 e 30 de janeiro, de segunda-feira a sábado, das 8h30 às 12h30 e das 14h30 às 18h30. O custo de participação é R$ 1.640,00, dos quais R$ 150,00 devem ser pagos na inscrição e o restante em três parcelas de R$ 577,00. A Oficina Arte Design fica na rua Lisboa, 309 (Jardim América), São Paulo. Inscrições e mais informações no site: www.oficinaartedesign.com.br.

Exposição "Bonequinhos viajantes"

Será inaugurada nesta quinta-feira, 23 de dezembro, no Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho, no Castelinho do Flamengo, a exposição "Bonequinhos Viajantes". A mostra, organizada pelos artistas gráficos Marcelo Martinez e Romero Cavalcanti, reúne pequenos originais de mais de 80 ilustradores brasileiros, entre os quais os ex-alunos Adriano Renzi (MSc. Esdi 2010), Axel Sande (MSc Esdi 2010) Guto Lins (form. Esdi 1985) e Ricardo Cunha Lima (MSc. Esdi 2009), este último também professor da Escola. A visitação é gratuita e poderá ser feita de terça-feira a sábado, das 10h00 às 18h00, até o dia 27 de fevereiro de 2011. O Centro Cultural Oduvaldo Vianna Filho fica na Praia do Flamengo, 158 (Flamengo). Mais informações pelo site: www.bonequinhosviajantes.com.

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Concurso para professor titular na Esdi

Poderão ser feitas a partir desta segunda-feira, 13 de dezembro, as inscrições no concurso para Professor Titular do Departamento de Projeto de Produto da Esdi. O concurso, na área de Desenho de Produto, está aberto a candidatos que tenham o título de doutor ou livre-docente em Desenho Industrial, Design, Engenharia (Mecânica, Civil, Produção ou de Sistemas), Arquitetura e Urbanismo, Comunicação, História ou Pedagogia, obtido há pelo menos oito anos, e graduação em Desenho Industrial, Design Industrial, Design (com habilitação ou ênfase em Projeto/Design de Produto) ou Design de Produtos. A posição terá regime de trabalho de 40 horas semanais e vencimento base de R$ 7.141,80. A taxa de inscrição no concurso é R$ 357,09, a serem pagos em qualquer agência do Banco Itaú. As inscrições permanecerão abertas até o dia 12 de dezembro de 2011 e deverão ser feitas na Secretaria da Esdi, pelo candidato ou seu procurador, de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 17h00. As provas – que, além dos exames escrito, de aula e de títulos, incluirão a defesa de uma tese – ocorrerão em janeiro de 2012. A Esdi fica na Rua Evaristo da Veiga, 95 (Lapa). O edital completo pode ser lido no site da SRH (Superintendência de Recursos Humanos) da Uerj: web.srh.uerj.br.

Concurso para professor de desenho na Paraíba

Estão abertas até a sexta-feira, 17 de dezembro, as inscrições para o concurso público de provas e títulos para professor de desenho no Departamento de Engenharia e Meio Ambiente da UFPB (Universidade Federal da Paraíba), curso de graduação em design. A vaga, na classe de professor assistente, terá regime de trabalho de dedicação exclusiva. Os requisitos para o cargo são o mestrado em design, desenho industrial, arquitetura ou engenharia e bacharelado em design ou desenho industrial. As provas serão realizadas no período de 14 a 17 de fevereiro de 2011, no Centro de Tecnologia do Campus I da UFPB. A remuneração inicial bruta para professor assistente é R$ 4.651,59. As inscrições, que têm taxa de R$ 70,00, deverão ser feitas até o dia 17 de dezembro, das 8h00 às 12h00. As inscrições por via postal devem ser enviadas para o Departamento de Engenharia e Meio Ambiente do Campus IV da Universidade, que fica na Rua da Mangueira, s/nº (Centro), Rio Tinto, Paraíba. Mais informações pelo telefone (83) 3291-1805 ou no site: www.ccae.ufpb.br, onde podem ser obtidos o edital e informações adicionais.

Sony World Photography Awards

Estão abertas as incrições para o "Sony World Photography Awards", concurso de fotografia voltado para fotógrafos amadores e profissionais que se encontra em seu terceiro ano de existência. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas até o dia 5 de janeiro de 2011. A seção "Amadores" é dividida nas categorias ação, após o anoitecer, arquitetura, artes e cultura, gente, moda, natureza e vida selvagem, panoramas, sorrisos e viagens. Na seção para "Profissionais", as categorias estão agrupadas em três gêneros: "Fotojornalismo e documentário", incluindo artes e cultura, atualidades, esporte, gente e questões contemporâneas, "Comercial", que compõe-se de campanhas, estilo de vida, moda, natureza morta e viagens, e "Fotografia artística", com as categorias arquitetura, conceitual, natureza morta, paisagem e retrato. O concurso culminará num festival que se realizará em abril de 2011 em Londres. Entre os fotógrafos amadores, o vencedor de cada categoria receberá certificado e presente da Sony, além de ter a imagem que produziu divulgada no site do evento e promovida pelos organizadores. O primeiro colocado geral entre os amadores receberá ainda US$ 5 mil, passagens aéreas para o evento em Londres, ingressos "vip" para a noite de gala do festival e hospedagem por duas noites. No certame para profissionais, o vencedor de cada categoria receberá certificado e presente da Sony, passagens e hospedagem para o evento, divulgação e promoção da imagem. O vencedor geral entre os profissionais receberá também o prêmio "L'iris d'Or", além de US$ 25 mil, sendo nomeado para a "World Photography Academy" e tendo sua foto vencedora e portfólio de 25 imagens exposto durante o evento "Sony World Photography Awards" seguinte, a ser realizado em 2012. Mais informações e inscrições no site: www.worldphoto.org.

"Nássara 100 anos"

Acontecerá nesta terça-feira, 14 de dezembro, às 19h00, no CCJF (Centro Cultural Justiça Federal), a abertura da exposição "Nássara 100 anos". A mostra apresenta desenhos originais pertencentes à coleção do artista plástico Jorge de Salles, trazendo ainda recortes, fotografias e depoimentos de amigos de Nássara. Caricaturista, cartunista e compositor de marchinhas carnavalescas, o carioca Nássara (1910-1996) foi, desde sua estreia em "O Globo" em 1927, um dos grandes nomes do desenho de imprensa brasileiro, publicando em jornais e revistas como "O Cruzeiro", "Última Hora", e, nos seus últimos anos, "O Pasquim". Além de celebrar o centenário de Nássara, a exposição pretende ainda prestar uma homenagem ao seu curador Jorge de Salles, falecido no último mês de novembro. A mostra poderá ser visitada a partir do dia 15 e segue até 6 de fevereiro de 2011, de terça-feira a domingo, das 12h00 às 19h00. No dia 15 de janeiro, às 14h00, haverá uma visita orientada. O CCJF fica na Av. Rio Branco, 241 (Centro). Mais informaçõs pelo telefone (21) 3261-2550 ou no site: www.ccjf.trf2.gov.br.

"Louça morena do povoado de Poxica"

Pode ser vista a partir desta quinta-feira, 16 de dezembro, na "A Casa Museu do Objeto Brasileiro", em São Paulo, a exposição "Louça morena do povoado de Poxica". As peças de louça doméstica da localidade são realizadas pelas mulheres do povoado – ao contrário das peças torneadas, produzidas pelos homens – e também estarão à venda no local. O material é originário do município de Itabaianinha, em Sergipe, considerado importante centro da tradição popular na produção e comercialização de louças de barro. A mostra é gratuita e poderá ser vista até o dia 18 de fevereiro de 2011, de segunda a sexta-feira, das 10h00 às 19h00. "A Casa Museu do Objeto Brasileiro" fica na Rua Cunha Gago, 807 (Pinheiros), São Paulo. Mais informações pelo telefone (11) 3814-9711 ou no site: www.acasa.org.br.

Livro sobre escritos de Hélio Oiticica

Neste sábado, 11 de dezembro, acontece na galeria Largo das Artes o lançamento de Livro ou livro-me – Os escritos babilônicos de Hélio Oiticica. A obra de Frederico Coelho, resultado de seu doutoramento em literatura, discute os textos de Hélio, produzidos entre 1971 e 1978, período em que o artista viveu em Nova York, e se desdobra em cartas, poemas, artigos, ensaios, anotações e comentários. Um dos mais importantes artistas brasileiros do século 20, o carioca Hélio Oiticica (1937-1980), cujo trabalho teve início no movimento neoconcreto, ainda nos anos 1950, participou intensamente das vanguardas das décadas de 1960 e 1970, integrando em sua obra a cultura popular do samba, o protesto político e a contracultura. O livro é publicado pela Eduerj (Editora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro), que, na mesma ocasião, lança a coleção "Ciranda da Poesia", série que pretende introduzir para o público universitário e demais interessados um panorama das novas formas de ler o poema. Os primeiros volumes da série trazem sete poetas brasileiros, a partir da geração 1970, cada qual lido e discutido por um poeta, professor ou crítico contemporâneo. Mais informações no site: www.eduerj.uerj.br.

sábado, 4 de dezembro de 2010

Herman Miller mais acessível





Boa notícia para quem suspira pelas cadeiras de trabalho mais ajustáveis, ergonômicas, resistentes e bonitas do mercado. Acaba de ser lançada no Brasil a Sayl Chair, assento mais acessível da família Herman Miller.

A peça foi desenhada por Yves Béhar, um dos expoentes mundiais da jovem geração de designers, depois de mais de mil desenhos, além de 70 protótipos para chegar ao resultado final. “Tudo foi reexaminado”, relatou Béhar, “desde a construção do encosto aos botões menores".

O ponto de partida foi a engenharia das pontes suspensas, como a Golden Gate, de São Francisco. Na Sayl, o encosto tem suspensão sem armação, além de não possuir extremidades rígidas.

Duas invenções tornam esse apoio no encosto possível: a base do assento ArcSpan™ fixa o material de suspensão na parte de baixo do encosto da cadeira; e a estrutura Y-Tower™ no topo da cadeira suspende o material do encosto.

O trabalho de criação da cadeira Sayl atingiu um avanço na tecnologia de assentos. A tensão é maior nas áreas de transição, que vai a partir do tórax até a região lombar e o osso sacro. Ao mesmo tempo, menos tensão em outras partes da cadeira em que se apoiam as costas permite maior movimentação do usuário.

A semelhança com uma vela de embarcação originou o nome Sayl. O "i" da palavra inglesa “sail” (navegar) foi substituído pelo "y" em homenagem à estrutura de mesmo formato.

O design da cadeira segue o amplo protocolo de sustentabilidade da Herman Miller. A utilização da torre de suspensão para suportar a borda emoldurada diminuiu o uso de peças e materiais tornando o produto mais acessível, além de reduzir as emissões de carbono.

Outra medida adotada é a fabricação do produto em três continentes. O transporte é feito em caixas pequenas, gerando assim menos resíduos. A Sayl não utiliza PVC em sua fabricação e é 76 por cento reciclável.

As cadeiras estão disponíveis em cinco modelos com diferentes acabamentos de estofado e encosto. A cadeira Sayl é comercializada pela Atec, com lojas em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Mais informações: www.atecnet.com.br/

Publicado por Agitprop

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Portal sobre design de produto



Está no ar o site "Saberdesign – Pesquisa em design do produto". O site, que pretende ser o primeiro portal brasileiro na web dedicado exclusivamente a essa área do design, tem o objetivo de reunir informações, análises, críticas e discussões sobre o desenvolvimento de projetos de produto, oferecendo amplo acesso a estudantes, professores e outros interessados. A página conta com uma seção destinada à divulgação e apresentação de trabalhos de designers brasileiros, além de páginas que tratam de inovações, ecodesign, tendências internacionais, e artigos sobre a memória da atividade. Mais informações no site: www.saberdesign.com.br.

Simpósio de usabilidade e experiência do usuário



Será realizado nos dias 16 e 17 de novembro, no Centro Fecomércio de Eventos, em São Paulo, a quarta edição do "Simpósio Internacional de Usabilidade e Experiência do Usuário". O evento, composto por palestras e tutorial, tem por objetivo discutir novas técnicas de projeto de interação, bem como introduzir formas de aplicação das mesmas no desenvolvimento de produtos e serviços no cenário contemporâneo. As palestras serão ministradas por Alexandre Neves (form. Esdi 1992), do Centro de Design da Electrolux no Brasil, Denise Pilar e Emílio Oliveira, da SAP Labs Latin America, Eduardo Mercovich, do site Mercadolibre.com, da Argentina, e Marcos Nunes Ueno, do Grupo de Experiência do Usuário da Google, nos EUA. O tutorial "Contextual Design" discutirá a relação entre a coleta de dados em campo e a criação de produtos inovadores, e será conduzido por Karen Holtzblatt, da empresa norte-americana InContext Design. As inscrições custam de R$ 450,00 a R$ 1.350,00, e o Centro Fecomércio de Eventos fica na Rua Dr. Plínio Barreto, 285 (Bela Vista), São Paulo. Mais informações e inscrições pelos telefones (41) 3362-7822 e 3082-7551, ou no site: www.idealiza.com.br/usabilidade.